16 de Outubro – Dia Mundial da Coluna

A Coluna Vertebral, também chamada por espinha dorsal, estende-se do crânio até a pelve. É constituída por 24 vértebras (7 cervicais, 12 torácicas ou dorsais, 5 lombares) móveis + sacro (4/5 vértebas soldadas) e cóccix (4 soldadas) não móveis. 

Estima-se que aproximadamente 80% da população mundial já teve ou terá algum episódio de dor na coluna. Por isso, esse problema muitas vezes é encarado como algo normal e sem importância, mas se considerarmos que a coluna vertebral é uma das estruturas mais nobres e fundamentais do corpo humano, fica fácil perceber que a sua dor é um problema extremamente sério.

A coluna vertebral dá sustentação e flexibilidade ao tronco e é responsável pela protecção de grande parte do nosso sistema nervoso central, ou seja, medula espinhal, que recebe e transmite as informações ao nosso corpo. É importante a harmonia de todas as estruturas para um bom funcionamento do sistema nervoso evitando assim doenças!

4 Funções da Coluna:

  1. Mobilização – Uma coluna saudável vai permitir-nos fazer todos os movimentos de uma forma natural em toda a sua amplitude de movimentos. Quando os movimentos realizados não são corretos podemos estar a promover um desgaste prematuro das articulações.
  2. Estabilização – A coluna serve não só para nos manter eretos mas também estáveis, não permitindo os movimentos que nos podem trazer mais lesões.
  3. Adaptação Reflexiva –  Esta função da coluna é fundamental quando não queremos cair. A capacidade de cada articulação de transmitir a informação correta ao cérebro vai permitir uma resposta rápida do corpo.
  4. Protecção do Sistema Nervoso –  É a coluna que vai proteger a delicada e tão importante espinal medula e os seus 31 pares de nervos que levam informação para cada célula, tecido, órgão e sistema no nosso corpo.

Em cada uma destas funções é fundamental um bom posicionamento de cada vértebra na nossa coluna. Só assim é que poderemos otimizar cada uma destas peças importantes no funcionamento e saúde da nossa coluna.

As actividades diárias, os vícios posturais, os traumas, o mau posicionamento ao dormir e o stress são alguns dos muitos factores que contribuem para que nossas articulações sofram desalinhamentos.

Alguns conselhos para ter uma coluna saudável

  •  Durma bem

Para poder estar totalmente desperto, produtivo e energético durante o dia, é necessário um número adequado de horas de sono. Embora as opiniões variem quanto ao número de horas de sono, a orientação mais comum é de 7 a 9h de sono para adultos saudáveis. A falta de sono pode afetar negativamente a saúde e a qualidade de vida. Um sono adequado restaura e revitaliza o corpo e o cérebro.

  • Tenha uma alimentação cuidada

É fundamental fazer uma alimentação saudável e variada, reduza o consumo de gorduras saturadas, gorduras trans, colesterol, sal, açúcar e também alimentos processados. Coma principalmente frutas, legumes, gãos integrais, carnes magras, aves, peixe, leguminosas, ovos e frutos secos (nozes, amêndoas, avelas, etc). Evite ter gordura abdominal (“barriga”) para não aumentar a pressão sobre a coluna lombar.

  • Diminua o Stress

Um grande nível de stress pode ter efeitos físicos e cognitivos negativos. Gerir e reduzir o stress promove um estado geral de saúde e de bem-estar. Para isso conheça os seus limites, forças e fraquezas, ria e sorria com frequência, reforce os relacionamentos com a sua família e amigos e respire profundamente para se acalmar.

  • Pratique uma Actividade Física

A prática regular de actividades físicas, o aumento do nível de aptidão e condicionamento físico, desempenha um papel importante na prevenção de doença e aumenta o estado geral de energia. Para obter os benefícios físicos máximos, a Organização Mundial de Saúde recomenda a prática de uma atividade aeróbica de intensidade moderada a vigorosa (60% do esforço máximo) durante pelo menos 60 minutos 5 dias por semana. Isto pode ser realizado em actividades contínuas ou em incrementos de 10 minutos. Os novos dados de investigação neste domínio indicam que os períodos curtos de exercício de alta intensidade são muito eficazes para a saúde e aptidão física. O que é importante reter é que a prática de exercício físico como rotina diária é essencial para a saúde geral. Mexa-se, faça uma actividade física que lhe de prazer e bem-estar.

Os problemas na coluna podem mais facilmente aparecer se não tivermos aptos para enfrentar os esforços do dia-a-dia, daí ser importante manter uma boa flexibilidade e musculatura. Deixo aqui alguns exercícios básicos para fortalecer e aumentar a amplitude de movimento da sua coluna.

Alguns exercícios para fortalecer e aumentar a flexibilidade da coluna ​

Sabe se a sua coluna está de “boa saúde”?

Quando foi a última vez que a sua coluna foi avaliada?

Não espere pelos sintomas, seja proactivo, procure ajuda de um fisioterapeuta!                                                   

Cuide sua coluna!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *